Skip navigation

Domingo, fim de noite… Tédio total. Só esperando a hora de dormir. 21:20h… Depois das dez não dá mais pra voltar atrás… é a semana começando… Vou tentar jogar um pouco de Gears of War, ou Bioshok… fugir da realidade é o grande barato. Não se pode deixar a peteca cair, jamais! A depressão tem a força de mil homens maus e poderosos! Penso até em rezar… Nossa! Fico pensando nos jogos novos que pedi pela internet e sinto vontade de continuar vivendo só para poder jogar… Caralho! Querer viver por causa de uma merda tão grande! O consumismo se entranha em sua vida, cara, e você não percebe. Domingo… Fantástico, Faustão, Gugu, essas coisas ainda existem! Fugir da realidade… Enlouquecer… Morrer… Interessante como estas palavras hoje são aconchegantes. Possibilidades, sim possibilidades… Não dá pra manter a sanidade num mundo louco, não dá, a gente tenta mas não dá… As variáveis são muitas, não há controle, não há controle… 21:31h… engulo a saliva e olho a cama. “Não vou dormir direito hoje, já sei…” Mais uma noite longa, encima da cama, rolando, sendo acometido por pesadelos recorrentes, suando, gritando e roncando feito um personagem de um filme de terror… Vejo os livro aqui ao lado: “Cerimônias Satânicas” de Ted Klein e “As Vinhas de Ira” de Steinbeck… Li pouco hoje… Não fiz quase nada, hoje… Agora, escrevo essas palavras em busca de algum conforto… Sim, escrevo. Escrevo… Pergunto a mim mesmo se Deus está me vendo agora… Se ele tem algum plano pra mim… Nossa, a autopiedade é dose! Sinto pena de mim mesmo, e não tenho como evitar esse sentimento pavoroso! 21:37h… Passo a mão pela barba: amanhã tenho que fazer a barba… não queria, mas tenho que fazer. Esta é apenas mais uma das coisas que não quero fazer, mas tenho de fazer… Temos de fazer muitas coisas, todas ruins… Tudo que aprendi no colégio, foi pelo ralo! Cidadania! Nossa, que piada! Não conheço um só cidadão! Só conheço vassalos, escravos, como eu… Tenho apostado na loto. A QUE PONTO CHEGUEI!!!! Nunca pensei que fosse entrar toda semana na lotérica! Mas o pior nem é isso, o pior é me pegar ansioso toda vez que sai o resultado. Vou correndo para a Internet, à noite, após um dia na senzala, para pegar o resultado. Perco sempre, é claro, pela estatística é quase impossível ganhar, mas a droga da esperança fica ali, enchendo o saco, perturbando… Seria melhor que esta palavra “esperança” fosse banida de nossas vidas… Ela só serve para gerar ansiedade. Nada vai mudar, nada vai melhorar, o mundo está bem pior, sem empregos decentes, sem gente decente, sem decência… 21:47h… Sinto-me cansado, sem idéias, sem chão, sem sono, sem esperança, fraco, irado, nervoso, perturbado, triste, perverso… Até que ponto isso é egoismo? E até que ponto isso importa, de fato? Hoje é domingo, ainda é domingo. Logo, logo a aurora anunciará mais uma semana. Jogarei na loto, sim jogarei… esperarei meus jogos e entrarei de cabeça, mais uma vez, dentre tantas, no vazio do existir sem prazer, sem gozar, sem voar… Esquecemo-nos de que há prazeres e esquecemo-nos de buscá-los… esquecemo-nos de muitas, muitas coisas… a cada dia que passas ficamos mais sós e amedrontados, sem sequer nos darmos conta disso… 21:53h… Vazio, vazio, vazio… Qual o sabor da morte? Qual o sabor de deixar de existir? Será que deixar de pensar todo esse lixo é tão ruim assim? É melhor parar por aqui… antes que certos assuntos (e uma palavra: fugir) voltem à baila. 22:00h…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: